A- A A+

André Figueiredo: "Brasília está preparada para oferecer sinal 100% digital de TV"

NOTICIAS DO ESTADO

A análise foi feita durante a visita à torre de TV Digital, onde o gestor da pasta conheceu toda a infraestutura de geração e emissão, que permitirão a propagação do sinal de televisão aberto e digitalizado para a capital do país e mais 9 cidades do entorno do Distrito Federal (Cristalina, Luziânia, Santo Antônio do Descoberto, Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental, Novo Gama, Formosa, Águas Lindas de Goiás e Planaltina).

A região será a primeira a fazer a transição para o sistema digital depois do teste-piloto no município de Rio Verde (GO), que ocorreu no início de 2016. O switch off ocorrerá no dia 26 de outubro deste ano e contará com a distribuição de 370 mil conversores para inscritos no programa Bolsa Família e no cadastro único do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS).

Para o ministro, a nova tecnologia proporcionará à população mais qualidade de som e imagem. "O governo federal busca ampliar a inclusão digital em todo o país. A oferta de conversores garante a igualdade de acesso para todas as classes sociais. Isso muda a realidade dos brasileiros", destacou.

"Essa novidade pode ser equiparada à passagem da imagem preto e branca para a colorida no século passado", completou André Figueiredo, que estava acompanhado do secretário de Comunicação Eletrônica do MC, Roberto Pinto Martins, e do subsecretário de Infraestrutura de Turismo do Governo do Distrito Federal, Hernan Dutra.

No decorrer de 2017 será a vez de todas as capitais da Região Sudeste (São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Vitória), Goiânia, Salvador, Recife e Fortaleza. Outras cidades do estado de São Paulo e do Nordeste também passarão pela mudança no próximo ano.

Já em 2018, a transição para o sinal de TV digital vai incluir as capitais e importantes cidades das Regiões Sul, Centro-Oeste e Norte, todo o interior dos estados do Rio de Janeiro e de São Paulo. O Ministério das Comunicações vai publicar em outras portarias a relação dos demais municípios afetados pela transição para o sinal digital.

Alertas na tela

A portaria 378, do MC, intensificou a divulgação que as redes de televisão terão de fazer para avisar os telespectadores sobre o desligamento. A campanha de alerta terá início um ano antes da data prevista para a transição em cada cidade.

O número de inserções do logotipo – indicação de que se trata de uma transmissão analógica - e de tarjas informativas sobre o desligamento vai aumentar à medida em que se aproxima a data-limite para o fim das transmissões analógicas.

Além disso, 180 dias antes do prazo final, começarão a ser exibidos cartelas informativas, e 75 dias antes, vídeos informativos aos telespectadores. As localidades onde o desligamento vai ocorrer neste ano, terão 30 dias para se adequar às novas regras.